Itabira

um verso solto na parede,

que escorre num triste

poema…
“Como dói”, a dor do verso que fez e faz compor
(entre tantas)

Belas, poesias!

O maior encanto aqui  é o encontro  das

letras.
Em cada esquina há um

poema,

a um poeta.

Toninho Aribati

Deixe uma resposta