Obsessão – Toninho Aribati

Obsessão – Toninho Aribati

Não me avexo em perguntar
se eu gosto de você.

Não me avalio em pensar
se estou louco com você.

Mando telegramas, presentes e beijos,
coisas que sempre lembram você.

O mundo está me chamando de louco.

Por ter este forte sentimento
que sempre falou mais alto
que minha própria vontade.

E por tudo isto
estou sempre a lhe desejar.

Eu sei dos meus limites
e reconheço a tua liberdade.

Toninho Aribati

Deixe uma resposta