Pontos Cardeais – Toninho Aribati

Pontos Cardeais – Toninho Aribati

Há tantas coisas
que o poeta vê
dentro de uma infinidade:
O antes infinitamente infinito.

O meio, não.
O fim… infinitamente

infinito.

A musica!
A poesia, beleza,
um grande amor
compreendido.

Toninho Aribati

Deixe uma resposta