Uma flor – Toninho Aribati

Uma flor – Toninho Aribati

Uma Flor
Se um dia
nascer em mim uma Flor
Saíra da terra
Desabrochando em arco-íris
Fundindo-se em cores heterogêneas,
Sem germes,
Que lança no espaço
sua Energia doada do Sol
Que resplandece alimentando
vasos e jardins,
Fadado em horizontes,
Aeroplano munido de flutuadores
Que lhe permitem pousar na água,
lagos, mares, represas e
rios
Exalando seu hálito de ser,
com certeza,
uma Flor.

Toninho Aribati

Deixe uma resposta