Introdução do livro Nova Luz em Espera Feliz

Introdução do livro Nova Luz em Espera Feliz

      Conto poético

                                                                    Nova Luz em  Espera feliz                                                         

        RESUMO DO LIVRO

  Este Conto, “Nova Luz em Espera feliz”, em suma é uma história, um romance traduzido em esperança, fé e convicção, algo que nos diz sempre que temos que acreditar nas possibilidades de maneira equilibrada, sobretudo em nossas intuições, em nós mesmos. As amarras e narrativas do conto são relações que vão sendo construídas através dos diálogos, uma vereda que na maioria das vezes acontece de maneira tensa e conturbada, algo constante que faz as personagens principais do romance sofrer e não é fácil compreender os porquês. Dos encontros e desencontros vividos por elas, que de tempos em tempos, vão verbalizando os acontecimentos – momentos de solidão, angústias e sofrimentos. Pois então! Uma cidade, que pode se dizer imaginária, que na realidade nunca existiu. No entanto, no mundo imaginário podemos criar imagens, contos e poesias que permeiam as palavras criando caminhos. Nova Luz em Espera Feliz, significa o revelar de duas pessoas que, desde crianças, o destino faz seus caminhos se cruzarem. Vou me apresentar: Eu sou o Valdomiro Sorto de Mendonza, o narrador deste conto, sou filho de Marlone Sorto de Mendonza e de Graciana Marithely de Mendonza, me vejo no dever de reportar todos os episódios ocorrido neste romance. Quero mostrar o cotidiano, toda peleja diária das personagens que compõem este cenário que com certeza preconizarão as cenas de um mundo adverso em que foram obrigadas a viver.  Quem são elas? Catarina e Daniel e eu na condição de narrador vou sempre procurar estar atento a tudo, a minha vontade é falar o que sei, momentos e instantes vividos pelas personagens. Apresentei-me e falei um pouco de mim, que não vem o caso, mas por uma questão de informação.                                                     TONINHO ARIBATI

Deixe uma resposta