Em homenagem Rose Marie Muraro – Toninho Aribati

Em homenagem Rose Marie Muraro – Toninho Aribati

Caro leitor, para escrever essa crônica poética, me baseei em uma palestra

Que há um bom tempo eu assisti. Não estou dizendo com certo exagero,

Porém até os dias de hoje, não tenho visto algo comparado que pudesse

Me chamar tanto a atenção da maneira que chamou esta palestra.

Um tema que retrata o momento atual, com amplitude que discorre as

Questões referenciadas nesse dia. Palestra essa ministrada por Rose Marie

Muraro, pessoa esta altamente qualificada e sensível a essas determinadas

Questões.

Um currículo vasto relacionado à sua trajetória de vida, com vários livros

Publicados e traduzidos em vários idiomas, com grande repercussão no

Brasil e outros países.

Tudo isso gera comentários a seu respeito, de forma positiva por vários

Críticos que, diga-se de passagem, estão ligados as suas ações. Afirmações

Diversas vindas da mídia e também do meio acadêmico, que afirmam ser

Uma escritora com o perfil arrojado em relação ao seu tempo, ser engajada

Nos movimentos sociais e políticos, com ênfase maior nas questões da

Mulher.

Uma líder feminista de fama renomada por estar sempre à frente dos

Movimentos que caracterizam sempre serem as questões da mulher, de um

Modo geral, as lutas de classe. O que a fez guerreira não só no sentido

Figurado da palavra, mas acima de tudo, uma observadora do tempo

Passado e do seu tempo presente.

Sem redundância, mas seus feitos se tornam algo extraordinário de bom

Que toca a alma de quem quer que seja, quando ela fala de determinado

Assunto sempre com muita propriedade do que diz, ao tratar de questões

Que de certa forma cria de maneira intencional provocações que geram

Inquietude, que vai refletir diretamente no comportamento do ser humano.

Palestra essa que prendeu atenção de quem lá esteve presente, não

Deixando dúvida sob o seu corrente pensamento que transcende os limites

As decorrências da sua própria inviabilidade que supostamente vimos como

Limites para uma ação de uma vida exemplar.

Desde muito cedo portadora de deficiência visual, mas que nem por isso

Deixa ou deixou a desejar. Pelo contrário, surpreende a todos se comparado

A ela, sendo uma pessoa que consegue fazer toda a diferença indiferente

Das aparentes limitações as quais são fatos reais do seu dia a dia, ela tira

De letra com a maior dignidade e bom-senso de humor.

Observo que por ela transcorre muito além das expectativas sobre tudo

Que podemos observar uma coisa é certa, tudo que diz é com muita

Sabedoria.

E exemplifica com determinadas palavras e gestos daquilo que

Constantemente escreve, nos leva a crer que extrapola a imaginação de

Quem está em sintonia com os seus pensamentos.

A maneira que ela conduz deixa as coisas mais fáceis de compreender, são

Esses fatos que influenciam diretamente as pessoas em função das ações e

Reações que possam causar, vão logo ao encontro da questão do que se vê

No complexo diminutivo que diretamente afeta as pessoas, submetendo à

Dominação essa que escraviza os comportamentos de maneira efetiva, o

Homem, a mulher, ou vice e versa.

A Rose Marie faz algumas colocações bombásticas que arrancam risadas do

Publico, mas quando silencia e volta ao normal, um forte suspiro de todos

Quando ela diz que a boa relação de ambos pode ser compartilhada de

Jeitos, menos no que caracteriza ser uma relação de amor e paixão.

Quando algo acontece no sentido de relacionar e até mesmo decide em se

Casar ou ter uma vida conjugal, logo surgem as diferenças de um ser em

Relação ao outro, que aos poucos tende a se declinar para o fracasso.

É engraçado e contraditório para alguns, quando ela faz comparações

Desse tipo, porém é o que ela sente e diz enquanto mulher, é possível que

Tem um reflexo maior da questão feminina talvez por ser mulher e ter

Pavor da convivência a dois. Por essas razões nos da o entender que a

Guerra do sexo na sua visão sempre foi presente entre essas criaturas

Homem e mulher. O que se pode ver são essas desavenças que acabam

Afetando diretamente o psicológico de ambas as partes simplesmente por

Achar.

E por fim… O modelo de civilização imposta na visão mercantilista das

Grandes organizações, que rege todo um sistema globalizado de forma

Universalizada e concisa, que acaba gerando os tão chamados problemas

Sociais.

O alto poder de dominar para reter os maiores recursos de capital, o qual

Está concentrado nas mãos de poucos.

Sem precipitação, mas essa palestra veio a calhar ao meu momento de

Reflexão, em se tratando de algo que também me aflige, portanto, sem

Nenhuma sombra de dúvida, tanto me despertou colocando a par de um

Pensamento até então de extrema importância, com o que ela dizia daí pra

Cá, não mais me dispersei de tal fato e assunto.

Posso dizer que só veio reforçar as idéias, com as quais sempre me debato.

A humanidade por exemplo, está vivendo um momento crucial, e se não

Souber se conduzir, podemos dizer que corre inteiro risco e perigo em

Relação aos outros séculos já vividos. Esse Século que traz a sensação de

Ser o mais importante se comparado aos outros, de maneira que pode se

Considerar o século da cruzada.

Quando devemos ter um cuidado redobrado em tudo, em função do alto

Desenvolvimento que aí está, daqui em frente tudo será muito rápido, as

Ações terão um volume maior de decisão no sentido do desenrolar dos

Fatos. Com isso a exposição será maior sobre os seres viventes que vão

Estar mais expostos, consequentemente mais ainda vulneráveis em todos

Os aspectos.

Nesse contexto vai haver uma necessidade de mudança, com isso será

Necessário repensar o momento atual relacionando às suas prioridades com

Atenção redobrada para os devidos assuntos, um bom exemplo: O meio

Ambiente com a sua extrema importância no que diz respeito sua

Preservação. O contrário estará colocando em risco toda uma condição de

Equilíbrio do planeta.

O capitalismo que a um tempo recente vinha atuando de forma horizontal

Se arrojou mais ainda passando atuar também na vertical, impondo uma

Condição de consumo a todas as classes sócias, só muda o perfil na

Condição individual de cada consumidor.

O que se percebe que há uma extrema necessidade de espaço para

Comportar toda a demanda das inovações que a todo momento surge, que

Desemboca na industrialização que vai gerando modernidade e mais

Conforto no caso para quem pode pagar avista, ou parceladamente o

Tempo não importa, há casos que o mais importante não é tanto a venda

Do objeto e sim, a possibilidade de financiamento que com certeza permite

Embutir outros MIX, sendo mais vantajoso para o mercado financeiro. Esse

Constante ciclo de idas e vindas que esta tão presente no momento,

Remetendo outros vieses, imaginam o que vai ser dos resíduo gerado do

Setor industrial, os lixos químicos, sintéticos a devastação dos produtos

Orgânicos, contudo, o que mais aprende de momento é comprar e vender,

Queira ou não. Vivemos do que produzimos, parece ser bíblico, o esforço o

Suor para geração de capital.

Que se por um lado é bom, por seguinte gera riquezas, que deveriam ser

Traduzidas em facilidades, conforto, uma melhor qualidade de vida senão

Será o caos.

Com toda essa situação colocada negativamente pode gerar o destrutivo

Princípio moral, e sem essa condicionante, como formar a efetividade

Ética? – A política como forma de socialização? – E resolução dos nossos

Problemas?

São tantos os fatores que no passar dos tempos influenciam, mas que de

Hora em diante vão ter percentual maior de responsabilidade, as Igrejas

Sempre fizeram parte desse universo, pelo seu papel de exercitar a fé das

Pessoas. Com o livre árbitro de quem segue não só as igrejas, mas as

Variadas seitas religiosas que há por ai, de um modo geral vão ter que

Repensar um novo entendimento espiritual, na visão de uma nova leitura de

Mundo, tanto material e espiritual.

Suas reais mudanças que com certeza implicarão outra maneira e busca no

Sentido de trabalhar uma nova concepção de fé, em relação aos seus fieis.

Não tanto alienados a ponto de não saberem cuidar dos seus próprios

Destinos.

A incumbência submete a serem explorados sem contra partida de devolver

Os mais necessitados que sempre tiveram tão pouco, senão de joelho

Rezando em busca da terra prometida.

O que se prega é a constante busca dos mais desesperados que exorcizam

A própria fé. Ignoram tanto outras possibilidades que serem os mesmos

Miseráveis, quando não há mais nada a fazer morrem com a promessa de

Irem para uma melhor.

Não sei bem quais as palavras explicariam melhor a individualidade de

Alguns, o alto luxo que vivem outros, tudo passa ser maneiras para

Consumo de objetos raros e valiosos. Vermos pastores, padres, não de

Forma generalizada, porém tiram de uns miseráveis que não tem o que

Comer, são os falsos sacerdócios manchando o que há de bom nas igrejas,

Seitas e outras…Se consomem numa competição avassaladora não

Generalizando os fatos, mas uma boa parte está na concepção de

Construção de templos e mais templos a grande questão não é salvar o

Espirito, o que conta é a vaidade e o ego.

A visão puramente capitalista de querer simplesmente empreender

Transformando a fé dos humildes em um grande negócio, pra eles o que

Importa não é o ser, é o ter.

Voltado pro mundo, que tanto chamamos de mundo externo, para

Apropriarmos das vantagens, muito mais presente que imaginamos.

Não se deve ignorar tanto a ciência da forma a qual se ignorou no passado,

Veste das virtudes imaginarias produzidas por nós: os mitos, a diversidade

Cultural dos povos, as crenças folclóricas, tudo se desvendando para dar

Sentido a razão, a ciência esta na criação de novos caminhos a seguir.

É o momento de se repensar, reinventar uma nova ordem para não

Perdermos a real função no que diz respeito à ciência e à fraternidade

Humana, com todo o seu potencial.

O mundo, juntamente com as pessoas, tem mudado muito de repente, que

Na realidade quem muda somos nós, que posteriormente mudamos o

Mundo, impondo outras tendências e atitude que vão mudando os planos e

Ações, o dia a dia.

Porém com a escassez de novas lideranças produzidas pelos Estados

Maiores, o povo, que vem cansado perdendo à esperança que nasça o

Herói nesse meio, para combater o que impõe o sistema. Visto o uso, o

Direito à democracia, que impulsiona as constantes mudanças

Comportamentais a principio a mudanças de conceitos, que mudam com o

Exercício diário em busca de liberdade, na ampliação de novos espaços.

Têm surgido pessoas agrupando-nos diversos seguimentos, de sua

Respectiva sociedade, com visão e cunho social, produzindo ações geridas

Por voluntários bem intencionados que se agrupam de forma organizada

Para discutirem os mesmos assuntos.

Nessa mesma intenção, com a ampliação do desenvolvimento tecnológico

Surge uma nova ferramenta como opção de comunicação, de fácil acesso

Rápido e eficaz, que chega com a força total no mercado da comunicação, a

Internet.

Com ela os movimentos vêm ganhando dimensão com rapidez tal, suprindo

As expectativas, nesse viés das pessoas se comunicarem.

O mais interessante de tudo isso é a criação de pequenas e grandes redes

Sociais, que têm usado esse mecanismo tão somente para assuntos

Pessoais, de entretenimento, mas que de outra forma tem visualizado

Outras possibilidades, no caso criar um movimento totalmente

Independente de partidos políticos ou lideranças partidárias, ou até mesmo

Lideres de classe como sindicalistas de qualquer repartição trabalhista.

Não sabemos bem como explicar a forma que acabam ganhando força de

Mobilização, é um tipo fenômeno da criatividade de interação que vai

Repercutindo de forma imediata que acabam alcançando todos os veículos

De comunicação, que vão caindo em rede de todas às interações com

Propósito único de entendimento absorvidos em tempo real, formando uma

Grande maioria, é dessa forma que as coisas acabam acontecendo criando

Um líder sem nome, mas com entidade filosófica que se torna a essência do

Que querem reivindicar. O mais legal é a formação do senso comum

Peculiar a todos envolvidos no mesmo movimento, um bom exemplo disso

É o que acaba de acontecer recentemente em países Árabes, do Oriente

Médio, que têm derrubado grandes ditadores que se perpetuaram no

Poder.

Que graças a essa invenção transformada em ferramenta de comunicação,

De fácil acesso de se comunicar com toda a contingência da massa, que

Cria a principio: Quem diria!- Há casos impondo o que quer, aos poucos

Tem mudado a realidade do presente, devolvendo a dignidade de muitos e,

Portanto, passando a limpo histórias de muitos povos.

Toninho Aribati

Deixe uma resposta